AIKIDO

10/08/2009

A palavra Aikido é composta por três ideogramas, denominados kanji. Ai ( DO ) significa União ou Harmonia, Ki ( KI ) significa Energia, e Do ( DO ) Caminho ou Via.

O Aikido é uma arte marcial japonesa, criada por O’Sensei Morihei Ueshiba (nasc. a 14-12-1883 e fal. a 26-04-1969), que utiliza a esquiva e o controlo para redireccionar os ataques de um ou mais adversários em proveito de quem executa as técnicas, através de projecções e imobilizações que se destacam a olho nu pela sua fluidez, energia, eficácia e harmonia. É também conhecida pela Arte da Paz ou a Arte da Não-Violência.

A prática de Aikido, uma das artes que permanece fiel ao tradicional espírito do BUDO japonês (a via marcial),inclui o estudo de apenas três armas: o jo (um pau de cerca de 1, 28m de comprimento), o bokken (uma réplica em madeira de uma katana japonesa) e o tanto (uma réplica em madeira de uma faca).

Muito mais do que um mero desporto físico, um passatempo ou um eficaz conjunto de técnicas de defesa (inclusivamente utilizado em algumas forças policiais), o Aikido é sobretudo um caminho de descoberta pessoal.

Trata-se de um arte marcial nobre, que na sua vertente espiritual mais completa é como que uma filosofia de vida que nos dá a oportunidade de conhecer e exercitar o nosso corpo e equilibrar a nossa mente, fazendo de ambos um conjunto harmonioso e vigilante que permite tomar a atitude certa e manter uma postura correcta no dia-a-dia, dentro e fora do dojo, independentemente de como e quando somos postos à prova.

AIKIDO E COMPETIÇÃO

O Aikido não tem qualquer competição desportiva, no sentido de torneios, campeonatos, jogos, pontos ou troféus. A competição em Aikido é aquela que é travada dentro de cada um, a vitória alcançada é apenas a vitória sobre si mesmo.

O objectivo em Aikido é assim o aperfeiçoamento constante, em que cada um procura conhecer e ultrapassar os seus próprios limites. Dado que a eficácia dos movimentos de Aikido não depende de força, do tamanho ou da condição física de cada um, todos se podem misturar e treinar em conjunto, sem qualquer distinção de sexo, idade, peso, altura ou escalões.

Embora sem vertente competitiva, a progressão nos vários níveis de Aikido (avaliada sob um ponto de vista maioritariamente técnico) obedece à tradicional hierarquia e esquema de cintos coloridos (branco a negro), a fim de cada um se poder situar entre os demais. O uso do Hakama (uma saia-calça tradicional japonesa) é apenas permitido aos praticantes detentores da graduação mínima de castanho embora o nível como condição para tal uso varie de escola para escola.

AIKIDO E CRIANÇAS

Considerando que a sua maturidade não é a ideal para compreender a complexidade das técnicas e a filosofia do Aikido, é comum a realização de aulas destinadas a crianças, assim permitindo uma introdução às técnicas numa linguagem que lhes é mais própria: a do exercício físico, a do jogo e da brincadeira...

Sendo o Aikido uma arte marcial não agressiva por excelência, as crianças aprendem a evitar o confronto e a aguçarem os seus sentidos, com os benefícios de canalizarem e desenvolverem a energia que lhes é típica através de um exercício físico regular. Por outro lado, são envolvidas num ambiente de disciplina e alertadas para a necessidade de respeitar as normas de etiqueta. Por fim, longe do aspecto competitivo, o Aikido ensina-as a cair, aprendendo a reconhecer as suas derrotas e limitações; mas também as ensina a levantar, assim lidando com as vitórias e com a necessidade de descobrir e de superar novos desafios.

Topo

 

Área restrita a Administradores!

Utilize o formulário em baixo para aceder à sua área de administração. Terá de inserir as suas credenciais, o E-Mail e Password, para avançar. Se não se lembra das suas credenciais por favor consulte o Webmaster da UPA

Ocorreu um erro!

Infelizmente não foi possível confirmar as suas credenciais. Certifique-se de que inseriu os dados correctamente ou tente mais tarde. Se o problema persistir por favor consulte o Webmaster da UPA